BLOG DO LEONIDES

OFERTA IMEDIATA DE EMPREGOS

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2016

Professor Leonides Alves Série Desenvolvimento – IV As autoridades precisam globalizar as suas abordagens sobre os problemas brasileiros, procurando atuar no curto, médio e longo prazos, para que seja possível encaminhar soluções para os problemas de natureza imediata, tais como a geração de emprego e renda, o principal problema atual da população, que conta com 12 milhões de...leia mais


Email | Comentários (0)


ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL DO NORDESTE PODE E DEVE SER REATIVADA

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Professor Leonides AlvesSérie Desenvolvimento – III A articulação política, institucional, regional e técnica do Nordeste, precisa ser reativada, criando condições para que as lideranças possam atuar conjuntamente, na busca de objetivos comuns, devidamente estudados, e que traduzam os interesses maiores da Região, fazendo com que as decisões ocorram em tempo hábil, considerando a força política da Região que, agindo em conjunto, poderá conseguir decisões representativas, passíveis de serem executadas. leia mais


Email | Comentários (0)


NORDESTE, INSTITUCIONALMENTE DESARTICULADO

Terça-feira, 11 de Outubro de 2016

Professor Leonides AlvesSérie Desenvolvimento – II O Nordeste brasileiro, que a partir da década de sessenta, apresentou uma crescente articulação institucional, com políticas macroeconômicas, orientadas para integração dos estados da Região, sempre voltadas para ações sub-regionais, visando superar os problemas, aproveitando as potencialidades de cada espaço, a partir do ano de 1964, foi tendo uma desagregação dessas políticas, face a centralização adotada pelas autoridades...leia mais


Email | Comentários (0)


SEM PLANEJAMENTO GLOBAL, SETORIAL E REGIONAL, NÃO SE PROMOVE DESENVOLVIMENTO: BRASIL

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2016

Professor Leonides AlvesSérie Desenvolvimento - I O Brasil vem atuando há muitos anos sem um Projeto Nacional de Desenvolvimento, que aborde os aspectos globais, setoriais e regionais, fato que vem provocando intervenções isoladas, às vezes, conflitantes, reduzindo os resultados, gerando baixa produtividade, com sensíveis prejuízos para a economia, na qual os recursos são escassos. leia mais


Email | Comentários (0)


MORTE ANUNCIADA: INCENTIVOS FISCAIS PARA A AMAZÔNIA LEGAL E NORDESTE CANCELADOS A PARTIR DE 2024. Prof. Leonides Alves da Silva Filho (*)

Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013

Uma evidência da desarticulação das lideranças políticas, institucionais, técnicas e empresariais do Nordeste e Amazônia Legal, pode ser facilmente comprovada ao se constatar que projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pela Presidenta da República, cancelou os incentivos fiscais utilizados para promoção do desenvolvimento das Regiões Norte e Nordeste, cancelamento esse que produzirá seus efeitos a partir de 2024. O Superintendente da SUDENE, Luiz Gonzaga...leia mais


Email | Comentários (1)


ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: PRINCIPAL CAUSA DA CORRUPÇÃO

Sexta-feira, 28 de Outubro de 2011

A Presidenta Dilma Rousseff anunciou que vai assinar decreto suspendendo, por 30 dias, as liberações de recursos financeiros para todas as Organizações Não Governamentais (ONGS), quer os convênios tenham sido firmados com ministérios ou entidades da administração indireta. A decisão presidencial, embora correta, em termos de procurar salvaguardar o interesse público, demonstra o grau de desorganização da Administração Pública brasileira, pois, na verdade, o Governo está atacando os efeitos dos problemas, sem atuar nas verdadeiras causas. Ressalte-se, inicialmente, que Dilma está no Governo, há apenas 10 meses e, por prudência, adotou, nessa fase, uma postura de continuidade, sem introduções de modificações estruturais. A Presidenta...leia mais


Email | Comentários (0)


O IDH COMO SUBSTITUTO DO PIB

Terça-feira, 04 de Outubro de 2011

Após a utilização, por muitos anos, do Produto Interno Bruto – PIB, como índice de desenvolvimento, as Nações Unidas – ONU, depois de circunstanciados estudos, concluiu que deveria adotar um indicador que tivesse condições de mensurar com maior representatividade, as variáveis econômicas e sociais do processo de desenvolvimento. O índice clássico, baseado exclusivamente no PIB, foi progressivamente sendo substituído pelo Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, que passou a ser calculado considerando a longevidade, educação e o próprio PIB. A longevidade era calculada considerando indicadores de saúde como: taxa de mortalidade, saneamento...leia mais


Email | Comentários (0)


UM PROJETO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO: NÃO EXISTE NO BRASIL

Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

A afirmativa segundo a qual, inexiste no Brasil Um Projeto Nacional de Desenvolvimento, parece estranha, considerando que o processo inflacionário está estabilizado, o Produto Interno Bruto – PIB apresenta crescimento, as exportações têm superávit, cresce o fluxo de capitais estrangeiros para o País, sob a forma de investimentos diretos ou de risco e a arrecadação tributária apresenta crescimento real, enquanto o Governo realiza investimentos, em projetos definidos como prioritários no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC. Os fatos acima permitem afirmativas segundo as quais o Brasil executa Um Projeto Nacional de Desenvolvimento, ficando...leia mais


Email | Comentários (0)


REDUÇÃO DAS TAXAS DEJUROS: SOLUÇÕES TÉCNICAS DISPONÍVEIS

Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

A orientação básica das autoridades brasileiras é no sentido de manter controle sobre o processo inflacionário, através da busca permanente do equilíbrio entre a oferta e demanda. O fundamental, em tal situação, é não permitir o aumento da demanda sobre a oferta, para evitar o crescimento dos preços. Na fundamentação do Plano Real, fica claro a importância da busca do equilíbrio, entretanto, os instrumentos a serem utilizados, precisam ser de natureza estrutural e monetária. A falta de um Projeto Nacional de...leia mais


Email | Comentários (0)


DESVALORIZAÇÃO DO DÓLAR PODE GERAR UMA CRISE MUNDIAL

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

A constante desvalorização do dólar em relação a moedas de vários países poderá gerar uma crise econômica internacional, considerando que os produtos exportados ficam mais baratos, em decorrência da valorização das moedas de países que apresentam estabilidade econômica. Por outro lado, as economias que tem suas moedas valorizadas apresentam dificuldades, porque os seus respectivos setores exportadores, passam a ter prejuízos sucessivos considerando que ao exportarem os seus produtos receberão uma menor quantidade de recursos em moeda nacional. leia mais


Email | Comentários (0)





Voltar
Endereço: Rua Leonardo Bezerra Cavalcante
672 - Recife - PE CEP: 52060-030 | Fone: (81) 3268-9644 / 3441-9478

© 2012 INAD. All Rights Reserved
Website desenvolvido pela Unu Soluções